top of page
  • Writer's pictureAssessoria de Comunicação

Marco Histórico: 35 anos da Constituição de 1988

Em 5 de outubro de 1988 foi promulgada a atual Constituição Federal do Brasil, na sequência histórica de importantes fatos pela redemocratização do País.


Tivemos, por exemplo, o movimento das Diretas, Já!, em 1984, e a eleição presidencial de Tancredo Neves, em 1985, apoiado por uma ampla frente democrática, marcando o fim do longo, autoritário, corrupto, violento e criminoso período da ditadura militar imposta em 1964.


Celebramos os 35 anos da nossa Carta Magna com a certeza da importância da classe trabalhadora, inclusive dos trabalhadores da panificação, e do povo brasileiro nas lutas para garantir direitos e modernizar o Brasil com avanços democráticos, trabalhistas e sociais.


Com a nossa Constituição Cidadã, termo usado por Ulysses Guimarães, então presidente da Câmara Federal e da Constituinte, criamos um sistema público de saúde avançado e acessível a todos, independentemente de renda ou status social: o Sistema Único de Saúde (SUS).


Em seus 35 anos, a Constituição Cidadã deve ser constantemente aprimorada, valorizada e validada, pois é um guia para o desenvolvimento da democracia, da cidadania e da inclusão social.


A nossa Constituição nunca correu tanto perigo, principalmente por conta do governo anterior, com seus aliados, em constantes ataques aos direitos, à Democracia e às instituições.


Que sirva de alerta, pois ainda há no Brasil grupos golpistas, inclusive no Congresso Nacional, interessados em destruir as conquistas da Constituição, impedir a ascensão o povo brasileiro e fazer o País retroceder social e politicamente.


Não vamos deixar isso acontecer. Entre nas lutas coletivas, fique sócio do Sindicato e vamos unidos e cada vez mais fortes defender a democracia, os direitos e o desenvolvimento do Brasil.


Viva os 35 anos da nossa Constituição!


Fotos:

Ulysses Guimarães, Presidente da Câmara Federal e da Constituinte (Arquivo: Agência Brasil)


Promulgação no Congresso Nacional da Constituição de 1988 (Arquivo: Agência Brasil)

9 views0 comments

Comentarios

No se pudieron cargar los comentarios
Parece que hubo un problema técnico. Intenta volver a conectarte o actualiza la página.
bottom of page