top of page
  • Writer's pictureAssessoria de Comunicação

O que são custo de vida, carestia e poder de compra dos salários

Seguem mais 3 termos do Dicionário da Atividade Sindical do Dieese úteis para a classe trabalhadora e para o trabalho sindical.

2. Custo de vida

É o custo dos produtos e serviços necessários a uma família, para manter determinado padrão de vida. Disso decorre a constatação de que o custo de vida varia conforme a renda das famílias, seus hábitos de consumo e o padrão de vida que elas podem ter. O que uma família pobre consome é diferente do que uma família rica consome, em quantidade e qualidade. Por isso, o custo de vida de uma família pobre é diferente do custo de vida de uma família com melhores rendimentos. Em países de grande extensão, como no Brasil, existem, também, variações regionais do custo de vida (ver o verbete nº 5 – “Índice de Inflação e Índice do Custo de Vida”).

A rigor, cada família “sente” a variação dos preços de modo particular, pois o peso de cada item de consumo no seu orçamento é diferente. Um forte aumento no preço da carne, por exemplo, não impacta em nada o custo de vida de uma família de vegetarianos ou veganos. Em compensação, para uma família que gosta de um churrasco todo fim de semana... O aumento – ou a redução – do custo de vida é aferido pela média da variação de preços de um conjunto de bens e serviços consumidos por uma família hipotética média, em determinado tempo e lugar, podendo haver oscilações de preços para cima e para baixo (ver o verbete nº 5 – “Índice de Inflação e Índice do Custo de Vida”).

3. Carestia

O termo “carestia”, na linguagem habitual, significa que o custo de vida está elevado. Os preços podem não variar em determinado período – ou mesmo até cair (deflação) – mas o custo de vida, mesmo assim, pode ser elevado, o que leva à sensação de carestia.

A palavra “carestia” pode significar, também, carência, escassez ou falta de algum produto.

No período de altas taxas de inflação no Brasil (anteriores ao Plano Real, de 1994), a luta contra a carestia era uma das principais bandeiras dos movimentos sindical e popular, que traduziam a dificuldade das famílias de manterem um padrão de vida adequado (ver os verbetes nº 1 – “Inflação” – e nº 2 – “Custo de Vida”).

4. Poder aquisitivo ou poder de compra dos salários

É a capacidade que os salários têm de adquirir (comprar) produtos ou serviços necessários para se manter certo padrão de vida (ver o verbete nº 2 – “Custo de Vida”).

Quando existe inflação, o poder aquisitivo (ou poder de compra) dos salários vai se reduzindo, até que o salário seja recomposto, por meio de um reajuste salarial negociado pelos sindicatos com os/as empregadores/as ou assegurado por uma política salarial, como existiu no Brasil por 30 anos, de julho de 1965 a junho de 1995 (ver o verbete nº 16 – “Reajuste Salarial e Aumento Salarial”).

Quando há aumento salarial, além do mero reajuste, o poder aquisitivo dos salários cresce, possibilitando a melhoria no padrão de vida das famílias de trabalhadores/as beneficiados/as. Acesse os 100 termos no seguinte link: https://www.dieese.org.br/outraspublicacoes/2023/dicionarioAtividadeSindical.pdf

40 views0 comments

Comentarios


bottom of page