top of page
  • Writer's pictureChiquinho Pereira

Negociando empresa por empresa

“A pauta de reivindicações dos trabalhadores e trabalhadoras de nossa categoria, com data-base em 1º de novembro, foi entregue no início de setembro, mas só agora eles resolveram negociar com o nosso Sindicato.


Ocorre que uma comitiva muito grande do sindicato patronal foi para a Alemanha participar de uma feira da indústria de panificação e eles só deverão voltar em novembro.


As negociações, portanto, estão paralisadas e, em razão deste descaso patronal, haverá atraso no fechamento da Convenção Coletiva de Trabalho.


Mas o nosso Sindicato está preparado e enfrenta este descaso com negociações individuais, empresa por empresa, para conquistar o quanto antes um reajuste salarial digno e mais direitos e benefícios nos Acordos Coletivos para o maior número possível de trabalhadores e trabalhadoras.


Querendo ou não as padarias crescem, mas não crescem só por força do empregador. Crescem também pelo trabalho dos trabalhadores e trabalhadoras no dia a dia, sempre prontos para cumprir com as suas responsabilidades na produção e no atendimento à sociedade.


Nós vamos tocando a campanha salarial 2023 e esperamos que eles voltem pelo menos com uma mentalidade um pouco melhor para fazer as negociações.


No mais, vamos nos organizar e nos preparar e, se for necessário, responder aos empregadores com um pouco mais de dureza.


Então, firmes aí na mobilização e na organização e vamos à luta!”.


Chiquinho dos Padeiros

Presidente do Sindicato dos Padeiros de São Paulo e da Febrapan (Federação Brasileira dos Trabalhadores nas Indústrias de Panificação, Confeitarias e Padarias) e Secretário Nacional de Organização, Formação e Políticas Sindicais da UGT

196 views0 comments

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page